PORTAL
EDUCACIONAL

ACESSAR
CALENDÁRIO
2017

BAIXAR
10 maio

Débora Guerra, CEO do Grupo Alis Educacional foi eleita Vice-presidente da ABMES para a gestão 2016/2019

A Faculdade que mais cresce na região

Cursos autorizados pelo MEC

Nova composição contará com um Conselho de Administração formado por ex-presidentes da ABMES e mantenedores. O novo corpo diretivo da Associação Brasileira das Mantenedoras do Ensino Superior (ABMES) tomou posse na terça-feira 03/05, em Brasília/DF, e terá importante papel nos processos de tomada de decisão.

José Janguiê Bezerra Diniz é o novo diretor presidente da ABMES e inicia seu mandato sucedendo  Gabriel Mario Rodrigues, que esteve à frente da ABMES por 12 anos. “Gabriel é um exemplo para todos nós. Seus ensinamentos são muito preciosos e levarei sempre comigo suas ideias. Tenho certeza de que ele ainda irá contribuir muito com a ABMES e com o setor de educação do Brasil”, reforçou Janguiê.

À frente da vice-direção está Débora Guerra, CEO do Grupo Alis Educacional, já atua no Ensino Superior há mais de 15 anos e agora contribuirá de forma proativa para o fortalecimento desse segmento, através da busca por um amplo diálogo com o setor governamental.

A nova gestão da ABMES contará com um Conselho de Administração, que irá colaborar com a diretoria, visando não só facilitar as medidas estratégicas referentes ao projeto institucional da entidade, de forma colegiada, como também permitir a ampla manifestação dos associados no processo de tomada de decisões. O Conselho, presidido por Gabriel Mario Rodrigues, é formado por ex-presidentes da ABMES e mantenedores com reconhecida contribuição ao ensino superior brasileiro.

O novo diretor presidente destacou que seu objetivo principal à frente da Associação, considerada por ele a maior representante do ensino superior particular do país, será o de “expandi-la, fazê-la ser ainda mais forte, buscar mais associados e ser mais presente nas discussões com o poder público, em especial com o Ministério da Educação, e, assim, beneficiar o setor como um todo”, que hoje detém mais de 75% das matrículas, segundo o Censo da Educação Superior 2014.

A nova gestão manterá focadas, Pequenas e Médias Instituições de Ensino Superior (PMIES), com até 3 mil alunos, que são a maior parte das IES do Brasil e dos associados da ABMES.  Janguiê informa que seguirá com a proposta de “trabalhar para que essas IES sejam tratadas e avaliadas [pelos órgãos reguladores] levando em consideração a regionalidade e especificidade de cada uma delas.

Essa importante demanda foi uma das prioridades de Gabriel Mario Rodrigues ao longo de sua gestão, que sempre colocou a ABMES à disposição para apoiar o contínuo fortalecimento do ensino superior particular e ajudar a traçar estratégias de gestão para subsidiar a permanência das PMIES no segmento.

Por falar em sustentabilidade no cenário educacional, muitas instituições de ensino superior particulares, bem como diversos segmento comerciais, estão passando por momentos dificultosos em razão do atual cenário político e econômico do país. Com uma visão otimista, o diretor presidente da ABMES reforça que momentos de crise geram oportunidades: “O cenário econômico brasileiro tem feito com que as instituições elaborem mais estratégias de mercado, de captação, de retenção de alunos e até de redução de custos”. Segundo ele, logo o setor voltará a se desenvolver. Veja abaixo o corpo diretivo que irá gerir a Associação no triênio 2016/2019.

Presidência:

Diretor presidente: José Janguiê Bezerra Diniz / Ser Educacional S/A;
Vice-presidente: Débora Cristina Brettas Andrade Guerra / Instituto Faceb Educação.
Vice-presidente: Daniel Faccini Castanho / Instituto Mineiro de Educação e Cultura;
Vice-presidente: Celso Niskier /  Associação Carioca de Ensino Superior.

 
 

NOTÍCIAS RELACIONADAS