PORTAL
EDUCACIONAL

ACESSAR
CALENDÁRIO
2017

BAIXAR
10 julho

Projeto “Leishmaniose - Juntos podemos Prevenir”

A Faculdade que mais cresce na região

Cursos autorizados pelo MEC

A coordenação do curso do curso de Medicina Veterinária da  FACEB/Unipac Bom Despacho desenvolveu o projeto de Apoio técnico no controle da Leishmaniose em Bom Despacho.

O projeto visa apoiar a secretaria de Saúde de Bom Despacho nas ações que visam o controle da Leishmaniose no município, onde ocorrerá a capacitação dos agentes de saúde do município e demais profissionais ligados ao setor, assim como treinará os alunos participantes a serem agentes multiplicadores de informação sobre medidas preventivas de controle da leishmaniose junto às escolas de Bom Despacho.

Os participantes estarão aptos a capacitar agentes de saúde; elaborar material didático para campanha de divulgação; Divulgar informação impressa a respeito da doença; Promover palestras educativas nas escolas e contribuir para o controle da Leishmaniose no munícipio de Bom Despacho.

O Projeto acontece durante o primeiro e segundo semestre de 2014 e envolve os alunos do curso de medicina veterinária com o intuito de promover a inserção do aluno em projeto social, valorizando as ações voluntárias no combate a zoonose. Os responsáveis pelo projeto são: O Profº Ms Fabrício Rodrigues Amaral; Profº Ms Leonardo Trindade Ituassú e o Profº Ms Glauco Vinicio Chaves e envolve as disciplinas de parasitologia, doenças parasitárias e epidemiologia.

O Projeto tem como público-alvo os agentes de saúde do município de Bom despacho; Escolas da cidade e alunos do curso de Medicina Veterinária.

Os alunos do curso de Medicina Veterinária da FACEB/Unipac Bom Despacho já ministraram as primeiras palestras sobre o projeto “Leishmaniose - Juntos podemos Prevenir” nas escolas de ensino médio de Bom Despacho e região. Segundo o Coordenador do Projeto, Profº Fabrício Rodrigues Amaral, conscientizando os alunos, estes serão os multiplicadores da informação em seus lares, contribuindo para redução de casos em animais e a prevenção para a não ocorrência de casos em humanos.
 

NOTÍCIAS RELACIONADAS